atendimento@clinicapsicossoma.com.br

sábado, 28 de dezembro de 2013

CONTROLE PODE DIFICULTAR RELAÇÕES



Mudanças acontecem o tempo todo. Mas, apesar de tantas mudanças, o ser humano possui uma vontade quase obsessiva de controle.
O controle está presente na vida de todos nós. Talvez, pelos desafios e cobranças diárias, o homem sinta necessidade de controlar todas as situações possíveis. Porém, esse excesso pode não ser algo saudável.
Muitas pessoas sentem altos níveis de ansiedade e estresse em função da frustração diante de situações que pensavam ou planejavam controlar e não obtiveram êxito. Este comportamento pode trazer angustia e dificultar as relações.
Querer controlar tudo nos transforma em pessoas rígidas e intolerantes. As pessoas controladoras, geralmente, precisam ter o mundo ao seu redor bem estruturado e previsível, no qual passa a ser uma forma de se sentirem seguras. Porém acabam sendo escravas de seu próprio controle, pois tornam a convivência social muito difícil.
Por mais que tente o homem não vai ter controle sobre tudo. Ninguém possui o dom de adivinhar o que vai acontecer para ter o controle da situação. Podemos até achar que controlamos, mas isso é uma ilusão. Precisamos aprender a deixar a vida fluir e aprender a lidar com as situações novas e inesperadas.
Essa necessidade humana de controle pode e deve ser treinada para não interferir no dia a dia.
Ficar preso a essa questão aprisiona e acaba por engessar a tomada de decisões.
O controle é uma ilusão fabricada pelo cérebro para proteger o ser humano dos medos que sente e, muitas vezes, nem sabe de onde vem e nem se existe mesmo. Trabalhar o cérebro para não ficar escravo dessa necessidade de controlar tudo trará mais alívio para a pessoa agir e tomar decisões importantes na vida.

Fabiana Delvecchio
Psicóloga CRP: 06/98961

Nenhum comentário:

Postar um comentário